Mermaid Melody PORTUGAL - Feliz Natal!

Fan Fic Amorosa (3 capítulos)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Fan Fic Amorosa (3 capítulos)

Mensagem por ṂĐⱢ696 em Sex 30 Jan 2015 - 0:09

Yeah, cá estou eu, famoso pelas minhas fan fics super doidas e divertidas, repletas de sangue, terror, assuntos sexuais e músicas totós. São essas as fan fics 100 nome, que todos (ou quase todos) conhecem. Well, esta é uma nova fan fic, que não é essa por todos conhecida, mas sim uma mais realista (digo eu) que se baseia nalguns sonhos amorosos que tive há meses atrás, só que com algumas adaptações. Espero que não venha para cá nenhum cientista a dizer que os sonhos amorosos constantes são irracionais, porque não são, e provavelmente, muitos de vocês já os tiveram. Já devem ter adivinhado que esta nova fan fic vai ter um assunto mais romântico e wtv. Terá apenas 3 capítulos. Foi escrita em Abril ou Maio de 2014 e coloquei-a num fórum. Ela não teve nenhum sucesso, sendo que apenas duas pessoas (eu e uma moça que também andava neste fórum mas desapareceu do nada) a leram. Sei que na altura devo ter cometido alguns erros ortográficos que fui colmatando ao longo do tempo, mas não vou corrigi-los agora, até porque vocês devem entender o que eu escrevo.

STARRING:
 uma rapariga parecida com esta, chamada Jessica, sem as pontas vermelhas e azuis no cabelo.

um rapazola chamado Rogério. fica ao vosso critério imaginar as suas características físicas.


Era dia 24 de Setembro. As aulas tinham começado há duas semanas. Porém, as temperaturas altas não se foram embora, tal como aconteceu com as amadas férias, por parte da maioria dos alunos. Nesse mesmo dia, um rapaz do 12º ano de escolaridade, Rogério Gomes, mais conhecido pela truncação de "Roger", situava-se na biblioteca escolar, a estudar química, sozinho.

Roger: *sussurrando para si mesmo* As catálises ocorrem devido à adição de uma substância, que causa o aumento de uma reação química...Isto não parece ser muito difícil.

Ouvem-se passos... Roger olha para o lado, para ver quem se aproximava. É então que ele "desperta". Uma linda rapariga chamada Jessica Teixeira caminhava em direção de Roger, com um firme sorriso na cara. Uma das suas características mais marcantes é a sua estranha, mas artística tatuagem de uma caveira em chamas, no lado da sua perna direita, que balançava calmamente à medida dos passos da deusa andante.

Jessica: Olá!
Roger: Oi...
Jessica: Tu és da outra turma do 12º ano, não és?
Roger: Sou sim. Como sabes?
Jessica: Falaram-me de ti e que eras bom a química. Podias ajudar-me um dia destes?
Roger: Claro que sim, até pode ser agora mesmo, se quiseres.
Jessica: Não me dá muito jeito...tenho de procurar o restante membro da minha banda.
Roger: Trabalhas numa banda?
Jessica: Yep, sou a vocalista e guitarrista, mas também toco flauta! Falta-nos um baterista para a banda ficar completa.
Roger: Baterista? Eu sou bom nos instrumentos de percussão.
Jessica: A sério? Queres listar-te na banda?
Roger: Sim!
Jessica: Boa! Depois apresento-te o resto do pessoal. Bem, vou até ao auditório.
Roger: Se quiseres, posso ir contigo. Até para nos conhecermos melhor, visto que iremos trabalhar juntos.
Jessica: Sim, é uma boa ideia. Já agora, eu sou a Jessica *estende-lhe a mão*.
Roger: Sou o Rogério, mas podes tratar-me por Roger *aperta-lhe a mão*.
Jessica: Ok, tudo bem! Vamos então.

Os dois recém-amigos caminhavam pelo passeio da escola. Roger não pôde evitar olhar para Jessica, porque a achava muito bonita e meiga. Até que não hesitou e disse:

Roger: Ermm...
Jessica: Sim?
Roger: Hmm...Gosto da tua tatuagem, realça-te a "boniteza" das pernas...
Jessica: Obrigada ^^. Conheço muitos rapazes e raparigas que dizem que eu sou gira e tudo mais. Há também algumas meninas invejosas que fazem comentários sobre mim, dizendo até que eu tenho a pele limpinha. Então, decidi quebrar esse conceito com a tatuagem que possuo no corpo. Pode não parecer, mas eu sou uma pessoa bastante sensível e tendo a agradar a gregos e a troianos.
Roger: Não ligues, são só umas tipas ranhosas. Nem que pudessem, poderiam ser como tu, em todos os sentidos.
Jessica: *sorri* Bem, já chegamos ao auditório.
Roger: Espero que não te importes, mas gostaria de te ver a cantar e a tocar, para saber mais ou menos o género que irei tocar.
Jessica: Com certeza! *tira a guitarra do estojo e liga-a aos amplificadores locais. Então ela fez uma versão desta música*:



Roger: Wow...Que grande voz que tens e tocas muito bem. Conheço algumas bandas pesadas com mulheres que berram, mas nunca tinha conhecido uma pessoalmente!
Jessica: Agora conheces e vais participar nela!
Roger: Creio que iremos ser bem sucessivos por aqui.
Jessica: Também espero que isso aconteça. Uma das coisas que queria fazer durante o projecto musical é quebrar os preconceitos machistas que afirmam que as mulheres não têm jeito para a pesada. Na verdade, existem muitas, até mesmo cá em Portugal, mas são fiéis aos seus géneros musicais e não querem ser muito famosas.
Roger: Os Arch Enemy vêm cá a Portugal com a nova vocalista. Gostas?
Jessica: Sim, sim. Vais ao concerto?
Roger: Vou, comprei 2 bilhetes no caso de outra pessoa querer ir. Queres vir comigo, Jessica?
Jessica: Sim, adorava, obrigada!
Roger: *sorri* De nada!

Passaram-se alguns dias, onde o Roger e a Jessica tiveram a oportunidade de se conhecer melhor. Roger também conheceu os restantes membros da banda: Marta, a baixista, Núria, a pianista e Dalila, tocadora de instrumentos clássicos. O género da banda rondava pelo Black/Death/Thrash Metal com a adição de instrumentos sinfónicos. Com isso tudo, os dois amigos acabaram por se apaixonar, porém, nem um nem outro conheciam os sentimentos que a outra pessoa detinha sobre ele. Foi então, que o Roger decidiu arriscar. Tanto a sua vida amorosa como as suas mãos: passou o fim de semana a procurar as mais esplendorosas rosas que via, para as dar à sua amada na segunda-feira seguinte. Então...

Roger: *esperando a Jessica ao pé de uma árvore, perto dos portões da escola, com um saco na mão*.
Jessica: *dirigindo-se ao amigo* Olá Roger, bom dia!
Roger: Olá Jessie. Olha, queria dar-te uma coisa.
Jessica: Tudo bem.
Roger: Pode ser além *aponta para o lado de "lá", para além dos carros estacionados dos professores*.
Jessica: Ok, anda ^^.

Então, foram até ao sítio...

Roger: Jessie, podes pegar nestas asas do saco, se faz favor? Mas fecha os olhos depois.
Jessica: Como queiras!
Roger: *tira as flores do saco* Podes abrir os olhos.
Jessica: Está beeee...Wow...flores? Para mim?
Roger: Sim, Jessie, são tuas, tu mereces, por seres uma amiga fantástica. Gosto muito de ti.
Jessica: Obrigada, a sério! Foste tão querido! *chega-se perto dele e dá-lhe um beijo na bochecha*. Bom, agora vou para as aulas. Obrigada, mais uma vez!
Roger: *fica vermelho como o sangue que aparecia nos animes que eu via antes*. Sinto a minha boca caída... *começa a saltar alegremente e diz "YES!!!". Entretanto, ele encontra-se com os seus amigos*.
Tomé: Então Rogério, o que se passou?
Roger: Eu sou um anuro!
João: Anuro? Isso não é a ordem a que os sapos pertencem?
Roger: É sim! Vou contar-vos o que aconteceu: dei flores à Jessica da outra turma e ela beijou-me, quase na boca! E eu agora transformei-me num príncipe para ela e não permaneci como um sapo, tal como acontece nos contos de fadas.
Tomé: Faz sentido.
João: De certeza que ela te beijou numa região perto da boca? Será que ela te beijou sequer? *riso irónico*.
Roger: Claro que me beijou! A sério!!!
João: Está bem, eu acredito!
Tomé: Bom, a stora já chegou, vamos para dentro.

No intervalo do almoço, a Jessica encontra-se com o Roger.

Jessica: Olá Rogy! Tudo bem?
Roger: *pensa para si mesmo: Ela chamou-me "Rogy"? Isso é positivo?* Ahh, sim, e contigo?
Jessica: Também! Hoje, depois do almoço, estás disponível?
Roger: Sim, porquê?
Jessica: Era para me esclareceres uma dúvida a química.
Roger: Pode ser.
Jessica: Posso almoçar contigo?
Roger: Claro que podes.
Jessica: Ainda bem ^^, vamos então.

Na cantina...

Roger: *dirigindo-se para a empregada do refeitório* Não coloque carne, se faz favor.
Empregada: Como queira.
Jessica: A mim também não coloque carne.
Roger: *aponta para um lugar vago para os dois se poderem sentar e mantêm-se lá*.
Jessica: Então Roger, não comes carne?
Roger: Não. Sou vegetariano. Sou descendente de budistas e para não profanar a minha "pseudo-religião", não como carne nem peixe. Mas não é só por causa disso... Desde pequeno que aprovo os direitos dos animais e gosto muito de todos eles. Só de pensar que um bife é feito de um indefeso animal morto fico logo mal-disposto.
Jessica: Eu também penso dessa maneira e como tu sou vegetariana. Os animais neste mundo são muito desrespeitados e quando fazem mal a alguém, é para se defenderem. Por se defenderem, vários animais são cruelmente assassinados, enquanto que se um caçador matar montes de animais, nada lhe acontece... Irrita-me este mundo, às vezes. O mesmo acontece entre os humanos.
Roger: Pois... ainda me custa a acreditar que pessoas como o Paul Walker, o Jim Morrison e a Sammi Kraft já morreram, tão novos e nunca fizeram mal a ninguém.

Passado algum tempo, os dois amigos acabam de comer. Eis que a Jessica pega na mão do Roger e leva-o para um local isolado na escola, coberto de árvores.

Roger: Porque estamos aqui, Jessie?
Jessica: Sabes Roger...É que eu fiquei um pouco emocionada pela maneira de como me tens tratado. E hoje deste-me aquelas flores, és um querido.
Roger: Jessie...Eu fiz aquilo, porque há algo em ti que não acho que as outras raparigas tenham...
Jessica: Tu gostas de mim, não é?
Roger: Sim...eu gosto muito de ti.
Jessica: Também partilho a mesma opinião sobre ti. És o homem dos meus sonhos: bonito, amigo, fiel, e ainda por cima, tens os mesmos gostos que eu...Rogy, eu...amo-te, pronto...
Roger: A sério, Jessie?
Jessica: Claro que sim. Não há motivos para mentir nestes assuntos.
Roger: Jessie então...  *pega-lhe nas mãos* eu aceito-te como minha namorada e futura esposa. Quero muito passar o resto da minha vida contigo, a fazer-te feliz e a sorrir lindamente, como tu mereces.
Jessica: Que bom! Amo-te do fundo do meu fígado coração, Rogy *atira-se a ele e abraça-o*.
Roger: *sorri e abraça a Jessica*.

Os dois amigos, agora mais que isso, namorados, encontram-se abraçados, enquanto contemplam o amorzinho que cada um deles tem para dar um ao outro...

well, assim acaba o capítulo de hoje. esta é a música de encerramento:


ṂĐⱢ696
Seira Fan
Seira Fan

Sexo : Masculino

Mensagens : 2096
Data de inscrição : 01/12/2011
Idade : 18
Pearls : 4816
Humor : Humor: Humor: Humor:

http://animesgorept.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fan Fic Amorosa (3 capítulos)

Mensagem por ṂĐⱢ696 em Qui 12 Fev 2015 - 0:55

O fórum está meio morrido (de novo). Aqui vai o próximo capítulo:

STARRING:
uma rapariga parecida com esta, chamada Jessica, sem as pontas vermelhas e azuis no cabelo.

um rapazola chamado Rogério. fica ao vosso critério imaginar as suas características físicas.


<-- uma rapariga parecida com esta, com o nome de Mara.

Passou-se um ano após Jessica e Rogério se terem conhecido e também apaixonado. Eles encontram-se agora na Universidade, prestes a dar de caras com os seus futuros. Naquele momento, a banda do casal, agora chamada de Black Banshees, estava num concerto, numa terriola ali perto. A banda tornou-se rapidamente conhecida pelos fãs de rock locais:

Jessica: Bem pessoal, hoje tivemos um dia em grande!
Núria: Sim, parece que ficamos bem sucedidos por aqui.
Marta: Missão cumprida! Mas estou muito cansada, os meus dedos estão todos vermelhos graças às cordas metálicas do baixo.
Roger: O melhor é cada um ir para o seu lado.
Núria: Sim. Dalila, acompanho-te a casa.
Dalila: *abana a cabeça, como se quisesse dizer 'sim'*.

Dalila é uma pessoa muito fechada e costuma utilizar gestos alternativos às palavras, para comunicar com as pessoas.

Jessica: Então adeus, até amanha *agarra-se a Roger e beija-o na boca brevemente*.
Roger: *Abraça a Jessica e responde-lhe pela mesma moeda*.

É agora dia 5 de Fevereiro. Faltava pouco mais de uma semana para o dia dos namorados, 14 de Fevereiro. Mas Rogério, que andava ocupado com os assuntos universitários, não tinha a noção do tempo...

Roger: Oi!
João e André: Olá.
André: Já arranjaste um presente para a tua namorada?
Roger: Hun? Do que falas?
André: Sabes que dia é hoje?
Roger: Não.
João: É dia 5 de Fevereiro.
Roger: O que tem?
João: O dia dos namorados é a dia 14.
Roger: Eu sei. Ainda falta muito tempo para esse dia. Até lá posso encontrar duas prendas, comprar uma noutra loja e repensar sobre ela na boa.
André: Sabes que falta uma semana para esse dia, certo?
Roger: O quê??? Só uma semana? Malditas semanas que nos fazem ter uma má noção do tempo!
João: Agora já não podes fazer aquilo tudo que disseste "na boa".
Roger: Pois, terei que pensar no que irei fazer! Este será o melhor dia dos namorados de sempre!
André: E depois o melhor dia dos namorados só é o do ano seguinte.
Roger: Não gozes!

Então, Rogério encontra-se com a sua amada:

Jessica: Olá Roger, tudo bem?
Roger: Sim. Olha, Jessie, sabias que o dia dos namorados será na próxima semana?
Jessica: Yep, parece que ainda falta algum tempo, mas não.
Roger: Pois. Não sei bem o que fazer, mas prometo-te que este será o melhor dia dos namorados de sempre.
Jessica: És um querido! Também quero tornar o teu dia inesquecível.
Roger: Ok. Gostavas de ir ver um filme nesse mesmo dia, para começar a nossa aventura amorosa?
Jessica: Pode ser. Já viste o cartaz?
Roger: Não, mas depois podemos escolher juntos.
Jessica: Tudo bem!
Roger: Bom, agora vou para as aulas *pega no queixo da Jessica e dá-lhe um beijo nos lábios*.
Jessica: *Abraça o Rogério e acompanha os seus ritmos labiais durante o beijo*.

O dia 14 de Fevereiro chegou. Na Universidade onde Jessica e Rogério andavam, havia lá uma aluna, loira, chamada Mara Carvalho, conhecida por ser uma das raparigas mais sensuais daquelas bandas. Era costume, nesse dia, ela receber imensas cartas de amor que enchiam o seu cacifo. Porém, Mara não era uma pessoa muito agradável para com as outras e usou todos os convites de namoro para o ecoponto azul, fora do recinto escolar. Na verdade, ela já estava comprometida, mas ninguém sabia desse facto...

Roger: Olá, bom dia minha querida, como estás?
Jessica: Está tudo bem comigo, obrigada.
Olha, trouxe o catálogo dos filmes especiais que vão dar hoje no cinema. Estás interessado em algum destes? *dá o catálogo ao Rogério*.
Roger: *Pega e analisa o catálogo* Hum, este aqui, "Pretty Woman", já ouvi falar bem dele. Conheces?
Jessica: Sim, também já ouvi falar desse filme, mas nunca o vi. Queres ir ver esse?
Roger: Pelos comentários parece ser bom. Vemos esse filme?
Jessica: Ok ^^ Combinado *abraça o Rogério*.
Roger: *Ajeita o cabelo da Jessica, dá-lhe um beijo na testa e abraça-a*.
Jessica: Olha, Roger, estás a ver aquela rapariga loira ali? *aponta*.
Roger: Sim, o que tem?
Jessica: É a Mara Carvalho. Ela é conhecida por ser muito bonita, porém a sua simpatia é inversamente proporcional à sua beleza. Não te dês com ela, por favor.
Roger: Está bem, se tu o dizes. Vou para as aulas, xau amor.
Jessica: Adeus, vê-mo-nos às 19:00.
Roger: Certo!

No fim das aulas, Rogério saiu disparado da universidade para se encontrar com a sua namorada. No caminho, ele encontra um gangue de homens vestidos de negro, com óculos escuros. Rogério não gosta muito da figura daqueles homens e decide evitá-los, ignorando-os. Ele estava com os auscultadores e estava a ouvir a música "The Key Of Passive Suffering" dos False. O som rápido da música fazia com que os seus pés se movessem mais velozmente, ao ritmo da canção.

Homem do gangue1: *Sussurra* É aquele?
Homem do gangue2: Sim, é ele *olha para todos os lados*. Ele está sozinho, podemos agir.
Homem do gangue1: Então vamos separar-nos e cercá-lo. Será mais fácil dessa maneira!
Roger: Maldição! Afinal eu estava certo sobre aqueles tipos, terei de me apressar!
Homem do gangue3: Podes  fugir, mas não te podes esconder! *Agarra o Rogério pelas mãos*.
Roger: Arghh!
Homem do gangue4: É melhor não gritares, será melhor para ti!

Os homens do gangue levam o Rogério para um cabaré de strip-tease. Como havia de esperar, haviam imensas mulheres jovens que ofereciam o seu corpo para qualquer homem que lá aparecesse, em troca de dinheiro. Mas Rogério foi levado para um quarto específico, onde se encontrava a rapariga loira da sua Universidade:

Mara: Olá fofo!
Roger: O que queres?
Mara: Uma simples relação amigável contigo. Aproveita, nem todos possuem uma oportunidade como esta!
Roger: Eu não vou ter sexo contigo. Já estou comprometido e não vou trair a minha namorada. Aliás, ela está à minha espera no cinema, vou ter com ela.
Homem do gangue2: É que nem penses.
Mara: Eu tenho um fetiche por homens comprometidos. Não sei se me compreendes.
Roger: Não! Eu vou ter com a minha namorada!
Mara: Pessoal, tragam as bebidas e vertam-nas pela goela abaixo desse rapazinho.

Rogério foi embebedado pelo gangue de homens vestidos de escuro. Perdeu os sentidos e teve uma relação sexual "sem querer" com Mara. Entretanto, Jessica, farta de esperar pelo namorado, foi para casa. Mas quando ela chegou a casa, deparou-se com Rogério deitado no chão, com algumas marcas de espancamento pelo corpo. Rapidamente, Jessica chamou uma ambulância. No dia seguinte...

Jessica: Rogério! Ainda bem que te encontro! Estás bem??? O que te aconteceu ontem?
Rogério: Sim, acho que sim. Não me lembro mesmo de nada do que aconteceu ontem à noite...
Jessica: Mas ainda pareces estar magoado. Deves ter sido atacado por algum vândalo, existem muitos por aí
Rogério: Segundo o médico, foram uns murros ligeiros, nada de mal. E ontem nem cheguei a ver o filme contigo, desculpa Jessie.
Jessica: Não faz mal, o que interessa é que está tudo bem contigo agora.
Rogério: Se quiseres, podemos compensar a perda de ontem para hoje à noite, o que achas?
Jessica: Sim, sim, é uma boa ideia. Então vê-mo-nos mais tarde, xau!
Rogério, Adeus, Jessie.

Entretanto, no caminho da Jessica, aparece Mara, com uma notícia desagradável para lhe dar.

Mara: Oi linda!
Jessica: O que queres?
Mara: Eu? Nada? Já tive o que quis, ontem.
Jessica: Do que falas?
Mara: Uma noite com o teu namorado!
Jessica: Han?
Mara: *Levanta a sua camisa* Estás a ver? Estou grávida! O teu namorado teve uma sessão sexual comigo.
Jessica: Mentira. Não podes ter ficado com a barriga tão saliente em tão pouco tempo!
Mara: Esta barriga de grávida já vem de algum tempinho. E onde achas que o teu namorado esteve ontem? Comigo, é claro! Não viste como ele foi insensível contigo? Ele não gosta de ti Jessica!
Jessica: *Começa a deitar algumas lágrimas pelos olhos e vai-se embora a correr*.

Eis que se encontra com o Roger novamente.

Rogério: Jessie? Porque estás a chorar?
Jessica: Por tua causa! Tu és o motivo do meu sofrimento?
Rogério: Do que estás a falar?
Jessica: Eu soube que ontem não vieste ao meu encontro porque estiveste ocupado a satisfazer a tua nova namorada!
Rogério: Nova namorada? Jessica, tu és a rapariga que sempre amei e nunca te iria trair por nada!
Jessica: Mentiroso! Está tudo acabado entre nós! *vai-se embora a correr, enquanto geme e chora*.
Rogério: O quê?...Eu...nem sei o que dizer...O que acabou de acontecer???...

Jessica chorava desesperadamente com o que a Mara lhe tinha dito. Estava triste, não só por ter recebido aquela notícia, mas também por ter acabado o seu relacionamento. Ela foi em direcção ao auditório, onde atirou a sua guitarra para o chão e foi buscar um violino que estava dentro de uma sala cheia de instrumentos. Jessica fez uma versão de violino desta canção:



Mesmo estando a fazer o que mais gosta, música, Jessica continuava a chorar. As suas lágrimas, caídas no violino, faziam-no mudar a sua cor, para um castanho mais claro, no local onde caíram.
Rogério estava em choque. Já estava triste por não ter uma noite amorosa com a sua ex-namorada e depois, ainda lhe caiu em cima o facto do prefixo "ex" na palavra que acabei de referir. Ele não conseguiu aguentar a sua dor. Eis que entra na casa-de-banho e retira os atacadores do seu sapato e amarra-o à maçaneta da porta. a outra ponta, ele atou à volta do seu pescoço e então, ele empurrou, empurrou e empurrou...Será este acabará por ser o triste fim do nosso casal? Confere no próximo capítulo...

música de encerramento:

ṂĐⱢ696
Seira Fan
Seira Fan

Sexo : Masculino

Mensagens : 2096
Data de inscrição : 01/12/2011
Idade : 18
Pearls : 4816
Humor : Humor: Humor: Humor:

http://animesgorept.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum